Modal Marítimo: 10 coisas que você precisa saber

modal marítimo quais as vantagens e tipos prompt brazil logística

Modal Marítimo: 10 coisas que você precisa saber

Uma das dúvidas que mais recebemos no nosso dia a dia é sobre os diferentes tipos de transporte disponíveis na área internacional, em especial sobre o modal marítimo.

De fato, esse tipo de transporte possui algumas particularidades. Portanto, esse artigo foi escrito com as 10 principais coisas que você precisa saber do assunto.

Então, acompanha com a gente a leitura até o final para não perder nada e ficar craque no assunto.

O que você verá nesse artigo:

  • O que é Modal Marítimo?
  • Quais as classificações?;
  • Tipos de Carga;
  • Tipos de Frete;
  • Principais Portos do Brasil;
  • Vantagens do modal
  • Desvantagens do modal;
  • Tipos de Navio;
  • O que é a OMI?
  • Principais leis aplicáveis.

1. O que é Modal Marítimo

Antes de mais nada, a primeira coisa que você precisa entender o conceito do que é o modal marítimo.

Também conhecido como transporte marítimo, essa é uma das modalidades de transporte de cargas, que, nesse caso, é feita através dos mares e oceanos.

Por isso atualmente, o modal marítimo é o principal tipo de transporte internacional de cargas. Pesquisas indicam que 90% das cargas de mercadorias no Brasil, são feitas por meio marítimo e vem do exterior.

2. Classificação

Além disso, outro ponto importante que você precisa saber é sobre a classificação do modal marítimo. Existem duas classificações, que são feitas de acordo com o percurso realizado.

  • Cabotagem ou transporte costeiro: É a classificação dada para o transporte que é feito entre portos nacionais.
  • Internacional ou transporte de longo percurso: De acordo com o próprio nome, é a classificação de transportes entre portos internacionais.

Em virtude de o transporte marítimo ser capaz de carregar cargas maiores de uma única vez, ele é mais utilizado em transportes internacionais.

3. Tipos de Carga

A fim de falar dos diferentes tipos de carga que existem, nesse tópico citamos os mais comuns abaixo pra você entender melhor.

  • Em contêineres;
  • Neogranéis;
  • A granel;
  • Refrigeradas;
  • Carga Geral.

Cargas em contêineres

Em síntese, esse tipo de carga sem dúvidas é a mais embarcada hoje em dia. Nesse sentido, o fator mais favorável é que os contêineres podem transportar diversas mercadorias em um único navio.  

tipos de carga modal marítimo conteiners  prompt brazil logistica

Carga

Por sua vez, a carga neogranel é aquela que não necessita de um armazenamento específico. 

Além disso, é formada, segundo a lei, por conglomerados homogêneos de mercadorias.

São exemplos de cargas desse tipo:

  • Placas de aço
  • Veículos
  • Bobinas de papel

Carga a granel

A carga a granel é toda carga cuja mercadoria é sólida, gasosa ou líquida. Portanto, são aquelas que não necessitam de embalagem individual. Abaixo citamos alguns exemplos:

  • Milho
  • Soja
  • Petróleo
  • Café

Cargas refrigeradas

Assim como há o transporte de cargas não perecíveis, também é possível o transporte de mercadorias perecíveis. Então, no caso das carnes, por exemplo, esse tipo de mercadoria é transportado com refrigeração.

Carga Geral

Por fim, existe a carga geral e tal carga pode ser classificadas de dois jeitos: solta e unitizada.

Dessa forma a carga geral solta é aquela em que a embalagem dos produtos não tem padrão. Por outro lado, na carga unitizada as mercadorias são unidas em um espaço só do transporte.

4. Tipos de frete

Nos tipos de frete, é importante entender se haverá ou não a necessidade de utilização do espaço de um contêiner.

Portanto, existem duas formas de frete: FCL e LCL.

FCL (Full Container Load)

Em primeiro lugar, o FCL é o tipo de frete que ocorre quando o contêiner, por exemplo, é enviado com sua ocupação total. Dessa forma, há o pagamento de um frete fixo. 

LCL (Less Container Load)

Em segundo lugar, o LCL é usado para quando não há a necessidade de lotar a capacidade do contêiner. Por isso, as empresas podem optar pelo LCL. Dessa forma, esse tipo de frete permite, que o transporte seja divido com outras mercadorias de outras empresas dentro de um contêiner compartilhado.

Portanto, em razão dessa divisão, o valor do frete acaba ficando mais barato por dividir o preço pelo volume ocupado pela carga. Por isso, é usado para o transporte de mercadorias em poucas quantidades e volumes.

5. Principais Portos do Brasil

Antes de mais nada, é importante frisar que, atualmente, segundo a Agência Nacional de Transportes Aquaviários, o Brasil possui em torno de 40 portos. Todavia, alguns merecem destaque no nosso país, que são os portos das seguintes cidades:

  • Santos;
  • Itajaí;
  • Rio de Janeiro;
  • Itaguaí;
  • Vitória;
  • Paranaguá;
  • Rio Grande.

6. Vantagens

Agora, vamos falar sobre as vantagens desse modal, uma vez que, considerando que o modal marítimo é um dos transportes de carga mais utilizados, é certo que ele possui diversas vantagens.

Só para exemplificar, confira algumas que listamos abaixo pra você:

  • Custo de frete mais baixo, já que consome menos combustível;
  • Maior eficiência, pois leva mais mercadorias em uma única vez;
  • Menor chance de roubos ou acidentes;
  • Eficiência para atravessar longos percursos;
  • Possibilidade de envio de mercadorias variadas;
  • Mais sustentável que os transportes terrestres;
  • Possui normas de segurança severas.

7. Desvantagens

Bom, todavia, nem só de vantagens é feito o transporte marítimo. Portanto, abaixo indicamos algumas desvantagens dessa modalidade:

  • Transporte mais demorado, já que os navios não alcançam grandes velocidades;
  • Portos congestionados constantemente, o que pode atrasar a entrega;
  • Exigências mais rigorosas com as embalagens de transporte das mercadorias;
  • Possui mais burocracias que outros transportes, principalmente para liberação.

8. Tipos de Navio

A fim de você saber mais sobre os tipos de navios que são utilizados no modal marítimo, em geral, os navios utilizados são grandes embarcações que atravessam mares e oceanos, por isso, abaixo citamos alguns.

  • Navio Tanque;
  • Porta Contêineres;
  • Navios Frigoríficos;
  • Cargueiro Ro-Ro;
  • Cruzeiros;
  • Rebocadores;
  • Cable layer;
  • Porta-aviões;
  • Navio de vela;
  • Balsas;
  • Semi-submersíveis;
  • Transatlântico;
  • Graneleiro;
  • Canhoneiro;
  • Gaseiro.

Contudo, apesar de todos esses serem importantes, alguns são mais utilizados e por isso merecem destaque especial como vamos ver a seguir.

Navio Graneleiro

O navio graneleiro é muito utilizado no transporte internacional marítimo para cargas em grãos. Isso porque há muita exportação e importação desse tipo de mercadoria. Portanto, esse tipo de navio costuma transportar produtos como:

  • Carvão;
  • Trigo;
  • Soja;
  • Açúcar;
  • Café;
  • Minérios.

Navio Tanque

Ainda, para o transporte de mercadorias que são líquidas, existe um tipo de navio específico, o navio tanque. Então, esse tipo de navio é utilizado para tipos de cargas como:

  • Óleos;
  • Combustíveis;
  • Produtos químicos.

Navio de Carga Geral

Assim como existem os navios de cargas específicas, existem os navios de carga geral. Então, nessas embarcações são transportadas mercadorias variadas, que não precisam de um armazenamento especial ou carregam contêiners específicos para esse acondicionamento e por isso o navio de carga geral é tão utilizado, por sua versatilidade.

agente de cargas porto brasil e mundo modal marítimo

9. O que é a OMI

A OMI é a Organização Consultiva Intergovernamental Marítima, que foi criada em Criada em 1948 em Genebra e atualmente é conhecida como a Organização Marítima Internacional.

Portanto, a OMI é uma agência das Nações Unidas, especializada no modal marítimo e tem como objetivo facilitar e relação entre governos sobre a navegação comercial internacional.

Dessa forma, a OMI tem alguns objetivos principais, como por exemplo:

  • Promover a colaboração entre governos de diferentes países, em especial nas questões técnicas do transporte marítimo;
  • Incentivar a adoção de normas de segurança marítima;
  • Combater as práticas comerciais desleais que acontecem nas empresas que realizam esse tipo de transporte.

10. Principais leis aplicáveis

Por fim, é importante que você saiba quais leis brasileiras são aplicáveis ao modal marítimo. Assim, citamos as seguintes leis abaixo:

  • Lei nº 9432/96, regula o transporte aquaviário;
  • Lei nº 9537/97, regula a segurança do tráfego aquaviário;
  • Lei nº 2180/54, lei orgânica do Tribunal Marítimo;
  • Lei nº 9611/98, regula o transporte multimodal de cargas;
  • Lei nº 14301/22, aprovada esse ano, criou o Programa de Estímulo ao Transporte de Carga;
  • Lei nº 9430/96, trata da parte tributária do frete internacional;

Concluindo

Então, chegamos ao final do artigo! Temos certeza que você aprendeu bastante com o nosso conteúdo e que já sabe muito mais sobre o assunto.

No entanto, caso tenha ficado com alguma dúvida ou tem interesse em utilizar o modal marítimo na sua empresa, nós estamos prontos para te ajudar.

Dessa forma, o objetivo da Prompt Brazil é entregar um serviço de logística internacional altamente qualificado e eficiente.

Dessa forma, para isso, possuímos as melhores ferramentas e os melhores profissionais do mercado.

Entre em contato conosco para conhecer melhor o nosso trabalho e fazer a sua cotação!

Estamos prontos, é só chamar!

entre em contato saiba mais faça uma cotação
Facebook
LinkedIn
Twitter
Email

ENTRE EM CONTATO

Matriz

Rua Marquês do Herval, 1236 – Sala 301 

Centro, São Leopoldo/RS, Brasil | CEP: 93010-200

E-mail

prompt@promptbrazil.com.br

Telefone

+55 (51) 99451 5267

+55 (51) 3033-1133